Audiodescrição

You Describe é um projeto do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Descrição de Vídeo Smith-Kettlewell, tornado possível por meio de uma bolsa do Departamento de Educação.  É uma plataforma experimental projetada para crowdsourcing de audiodescrição de vídeos do YouTube. Enquanto os exercícios citados em outros artigos só serão ouvidos e lidos pelos alunos e pelo instrutor da classe, o público-alvo do YouDescribe são pessoas com deficiência visual no mundo fora da sala de aula. Portanto, este exercício deve ser enquadrado em um contexto de Continue lendo

Esta é uma elaboração da Descrição Participativa, mas, em última análise, é um exercício de escrita.  Ele pode ser personalizado para todos os tipos de contextos. Por ser um exercício de escrita, ele direcionará a atenção dos alunos primeiro para a escolha das palavras e, em seguida, para a sintaxe e a sequência das frases que compõem o parágrafo.  Os alunos serão compelidos a pensar e discutir quais aspectos da imagem são essenciais ou centrais versus aqueles que são periféricos ou fornecem contexto. Discussão de acompanhamento e Continue lendo

Este é um exercício que pode ser usado em diversos contextos, como forma de estimular a discussão e desenvolver habilidades de pensamento crítico em relação às mídias visuais.  É um exercício de grupo, mas pode facilmente gerar prompts de escrita e projetos. O exercício obriga os alunos a assistir à mídia visual de uma forma deliberada, desacelerar sua leitura visual, prestar atenção aos detalhes e analisar e revisar suas suposições iniciais. Eles começarão a considerar as qualidades retóricas do trabalho e examinar a diversidade de recepção Continue lendo

Como vimos no artigo – Audiodescrição na Sala de Aula – Atividade com Fotografia –  exercícios podem ser realizados mesmo que não haja instrutores ou alunos com deficiência visual na sala. No entanto, incluímos sugestões de como os alunos com deficiência visual podem participar de cada atividade. Também defendemos que os instrutores ofereçam pelo menos uma breve definição de audiodescrição como um recurso de acesso.  Isso pode ser enquadrado de uma forma que não represente as pessoas com deficiência visual como estranhas ou necessitadas.  Exercícios de Continue lendo

Georgina Kleege tem usado a audiodescrição como ferramenta de ensino por muitos anos. Tudo começou em uma oficina de escrita de ficção. Durante um intervalo, um aluno estava folheando uma pilha de coleções de histórias e comentou na foto da contracapa de Raymond Carver dizendo: “Uau, não achei que ele fosse assim.” Kleege perguntou o que o surpreendeu. Ele não conseguiu explicar e mostrou a foto para outro aluno que concordou que a foto de Carver não correspondia às suas expectativas. Logo, outros alunos deram sua opinião, apontando Continue lendo

A audiodescrição é o processo de traduzir informações visuais em palavras para pessoas cegas ou com baixa visão. Foi originalmente desenvolvido como uma acomodação de acesso em teatro, cinema, transmissões de televisão e coleções de museus. À medida que a audiodescrição se tornou mais comum, especialmente com os lançamentos em DVD de filmes de Hollywood, alguns consumidores e criadores estão questionando sua natureza e explorando usos potenciais. A audiodescrição ainda é entendida principalmente como uma acomodação semelhante à legenda oculta: um ato de tradução neutro e discreto Continue lendo

Compreendemos que a audiodescrição tenha sido originalmente destinada a pessoas cegas ou com visão subnormal, mas que provou ser benéfica para um público muito mais amplo. Conheça alguns benefícios da audiodescrição A tradução concisa e objetiva do conteúdo visual promove uma nova forma de aprender por meios auditivos e pode ajudar as pessoas no desenvolvimento da linguagem, melhorar os resultados da aprendizagem e fortalecer as habilidades de escrita. A audiodescrição também pode ajudar pessoas no espectro autista que podem ter dificuldade em reconhecer dicas e Continue lendo

Imagine tentar assistir a um programa de TV, filme ou performance ao vivo, mas não conseguir assistir. Seria um desafio obter uma compreensão completa do que está acontecendo. Você provavelmente perderia informações cruciais expressas visualmente por meio de gestos, ações do personagem ou cenário, em vez de áudio. Há uma quantidade exorbitante de detalhes que pode ser transmitida em uma única imagem. É aí que entra a audiodescrição (AD). Pare um momento para imaginar essa descrição, quase como se você a estivesse lendo em um livro – Um Continue lendo